Bejeca

Bejeca é uma dar formas de falar cerveja em Portugal. Outras formas são Súrbia, Finos, Imperial e copos

Dar nas vistas

Dar nas vistas é uma expressão com significado semelhante a dar cana e a dar bandeira, ou seja, chamar a atenção para si.

Trapel

Trapel é uma expressão muito usada em Alenquer, no Distrito de Lisboa, que significa pessoa ou objeto descuidado ou que não presta. 

Dar cana

Dar cana é o mesmo que dar bandeira, ou seja chamar a atenção para si ou para uma situação.

Livro dos calotes

Livro dos calotes é o livro para vender fiado, onde se anota os nomes de quem compra para apagar mais a frente em um estabelecimento comercial. 

Gandula

Gandula é um termo usado em Portugal para dizer que alguém é preguiçoso ou que é um bandido Veja também Apanha bolas

Apanha bolas

🇵🇹 Apanha bolas🇧🇷 Gandula Pessoa que pega as bolas que saem do jogo (gandula no brasil)

Andar a nove

Expressão lisboeta que quer dizer andar muito depressa  Exemplo:“Levas um estaladão que até andas a 9”

Abrir os cordões à bolsa

Abrir os cordões à bolsa é gastar dinheiro… ou seja: “o pai teve que abrir os cordões à bolsa” quer dizer que o pai teve que gastar dinheiro”

A saber a verão

A saber a verão é usada quando o verão está a chegar, ou quando algo faz lembrar o verão, como um dia de calor, tomar uns gelados no jardim, ou uma bola de Berlim nã beira da praia.

Ver as montras

🇵🇹 vamos ver as montras Ver as monstras era uma expressão usada em meados do século passado por pessoas com menos posses que iam ver as montras das lojas após o fecho das mesmas.

Cuscovilheiro

Coscovilheiro, ou cuscocilheiro (cuscovilheira) é um termo usado para falar que de pessoas que falam dos outros, o mesmo que cusca.

É vender a banha da cobra

Vender a banha da cobra é uma expressão usada quando alguém está a vender algo inútil, que não tem valor, é um placebo.Pode ser usada para falar que alguém é um charlatão, engana os outros. Veja também a expressão Borra-botas 

Burro de carga

Burro de carga é um termo usado para referir-se a alguém que carrega muitas coisas, como por exemplo alguém com muitos sacos de compra ou muitas malas em uma viagem. Veja também as expressões Burro com fome, cardos come e Cor de burro quando foge

Bem haja

Bem haja é um termo muito usado em Portugal que expressão gratidão. Pode ser usado como saudação para agradecer a presença de alguém.

Saloias

Saloias é um termo usado para referir-se a pessoas rústicas, sem educação. Outro termo semelhante é Labrego

Fazer a tábua rasa 

Fazer a tábua rasa é o mesmo que fazer algo novamente ignorando o que já foi feito, com novas ideias e de uma nova maneira.

Tás te a mandar pra praça

“Tás te a mandar pra praça” é uma expressão usada no Porto quando alguém está a falar muito alto, normalmente quando se está em uma discussão.

De Espanha nem bom vento, nem casamento

Expressão um tanto xenófoba para dizer que não há nada de bom que venha da Espanha. Devido aos conflitos históricos entre Portugal e Espanha, um rancor e preconceito ficaram enraizados em alguns povoados Portugueses, que sofreram muito com os impactos das guerras por território.

Vão-se os anéis, ficam os dedos 

🇵🇹 Vão-se os anéis, ficam os dedos🇧🇷 Vão-se os anéis, ficam-se os dedos A expressão ”vão-se os anéis, ficam os dedos” é usada quando ocorre um grande problema, ou quando perde-se algo muito importante, mas não perde-se tudo. É usada para tentar ver um lado positivo em adversidades. Exemplo:“A casa ardeu mas estão vivos, é… Continuar lendo Vão-se os anéis, ficam os dedos