Quanto mais magro está o cão, mais as pulgas o apoquentam

Esse ditado popular faz uma analogia entre a condição física de um cão e a quantidade de problemas que ele enfrenta com a situação que pessoas mais pobres, desfavorecidas, ou com graves problemas sofrem.
Ele sugere que quando mais vulnerável alguém está, mais problemas e adversidades essa pessoa tende a enfrentar. Assim como um cão magro é mais suscetível a ter pulgas, uma pessoa em uma situação fragilizada pode atrair mais problemas e dificuldades.

Manda um bitaite